<BODY>

sexta-feira, abril 24, 2009

Clipping

(Editorial da edição desta semana da Carta Capital, por Mino Carta)

Alguém, finalmente, resiste

E as Excelências partiram para a briga. O fraseado solene das litigantes parecia indicar o comparecimento transcendente dos deuses da tragédia grega ou dos fantasmas de Ulpiano, Modestino e Gaio. Talvez uns e outros, sem excluir Sólon. Vale dizer, de todo modo, que a acusação dirigida pelo ministro Joaquim Barbosa ao presidente do STF, de destruir a Justiça brasileira, é a primeira manifestação pública e de grande peso a denunciar os comportamentos de Gilmar Mendes.
E no momento em que Barbosa invectiva, “Vossa Excelência quando se dirige a mim não está falando com seus capangas de Mato Grosso”, não me contive e anunciei aos meus espantados botões: o ministro lê CartaCapital. E mais: dispõe-se a repercutir as informações da revista, ao contrário da mídia nativa, obediente à omertà conveniente ao poder.
Nas nossas páginas, a destruição “da credibilidade da Justiça brasileira”, como diz o ministro Barbosa, tem sido um dos temas principais há um ano, ou seja, desde o instante em que Gilmar Mendes assumiu a presidência do Supremo.



(Vocês viram o vídeo, né?)

Leia também no Azenha: 6 ministros do STF recebem salário de Gilmar Mendes.


















(O Gilmar não é a cara do deputado da Praça é Nossa?)




1 Comentários:

Blogger Suzana Magalhães disse...

Heuiaheaueahuieahiuaehuiae, pode crer! Se ele colocar os cabelos pra cima, então.

=P

10:41 AM  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial