<BODY>

terça-feira, setembro 28, 2010

"Testemunha-bomba" do caso Erenice vai à PF e retira o que disse

Via O Globo:

Rubnei Quícoli, autor das denúncias de tráfico de influência na Casa Civil que culminaram com a queda da ministra Erenice Guerra, prestou depoimento nesta terça-feira na Superintendência da Polícia Federal de São Paulo.

Ele acusa ex-integrantes do governo de tentar intermediar negócios e cobrar uma propina de R$ 5 milhões para a construção de uma usina de energia solar no Nordeste que custaria, segundo ele, R$ 9 bilhões. De acordo com o BNDES, o empreendimento custaria R$ 2,5 bilhões e o empréstimo foi negado no final de março passado.

Quícoli ficou nas dependências da PF por cerca de sete horas e, na saída, mudou o tom de sua denúncia, jogando sobre o ex-diretor dos Correios Marco Antonio de Oliveira a responsabilidade pela afirmação de que os R$ 5 milhões serviriam para cobrir despesas de Erenice Guerra e da candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff.

- Não tem nada que diz que foi pedido dinheiro para campanha para PT, para campanha da Dilma - disse Quícoli, que confrontado pelos repórteres, corrigiu:_ Eu disse que o Marco Antonio pediu esse dinheiro para poder favorecer a Dilma, a Erenice, e uma parte na campanha. Eu não falei nada disso aí.

Mais adiante na entrevista coletiva, quando questionado se a então ministra Erenice sabia das transações que supostamente ocorreriam na Casa Civil, Quícoli voltou a afirmar:

- Eu não sei. Nunca posicionei uma informação dessa. A única informação que eu coloquei foi que o Marco Antonio me pediu esse valor para poder acertar alguma coisa entre eles lá. Eu nunca disse que esse dinheiro era para PT, para a campanha da Dilma. Isso daí nunca foi relacionado. Essas perguntas muitas vezes relacionadas para favorecer uma parte ou outra não tem cabimento. Os documentos foram expostos para toda a mídia.


Leia mais em Quícoli recua e nega ter dito que propina era para campanha de Dilma




0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial